Rubens José Guimarães

porContato

Rubens José Guimarães

Após dez anos trabalhando como extensionista na EMATER-MG, em 1991 voltei à Escola Superior de Agricultura de Lavras para meu curso de Mestrado. Em 1994, iniciei o curso de Doutorado e logo em seguida ingressei por concurso público como Professor Substituto na Universidade Federal de Lavras, lecionando a disciplina Cafeicultura.

Foi exatamente em 1994 que pude auxiliar o Professor Antônio Nazareno Guimarães Mendes a concretizar sua ideia de criar na UFLA, um grupo de estudantes, professores, extensionistas e pesquisadores com interesse em estudos avançados em cafeicultura. A ideia do Prof. Nazareno teve grande repercussão na região (maior produtora de café do mundo) e também no Brasil, já que o estilo de trabalho colaborativo, multidisciplinar e que já envolvia diversas instituições, atendia, já naquela época, a grande demanda tecnológica da cafeicultura nacional.

Assim, em 1994, nascia o “Núcleo de Estudos em Cafeicultura da UFLA”, agregando pessoas de diferentes competências, que trabalhando juntas, conseguiram avançar na pesquisa, no ensino e na extensão em cafeicultura.

Na pesquisa, o projeto “BIOEX/CNPq” coordenado pelo Prof. Nazareno iniciava uma  caminhada vitoriosa, avançando na otimização de recursos, o que maximizava resultados por meio da pesquisa em “REDE” com participação de diversas instituições.

No ensino, grupos de estudantes (desde àquela época e até hoje) se dedicavam fortemente ao café, o que faz da UFLA um importante celeiro de competentes profissionais em cafeicultura, buscados e disputados por empresas e instituições de todo o Brasil.

Na extensão, parcerias com várias instituições, especialmente com a EMATER-MG e a EPAMIG possibilitaram a promoção de eventos que levaram e levam o conhecimento construído na pesquisa aos cafeicultores e suas famílias, como: Encontro Sul Mineiro de Cafeicultura, Circuito Mineiro de Cafeicultura, Ciclo de Palestras em Cafeicultura, Concurso Estadual de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais, entre outros.

Por tudo isso, agradeço à Deus e aos colegas professores, alunos, pesquisadores e extensionistas, pela oportunidade de participar dessa importante história de sucesso com
expressiva contribuição à cafeicultura mineira e brasileira.

Professor Titular da Universidade Federal de Lavras

Sobre o Autor

Contato administrator